IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

English Español
Índices de Preços ao Consumidor - IPCA-E  
 


1.Descrições

- Descrição Sumária

O Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor, conhecido pela sigla SNIPC, consiste em uma combinação de processos destinados a produzir índices de preços ao consumidor. O objetivo é acompanhar a variação de preços de um conjunto de produtos e serviços consumidos pelas famílias de determinadas faixas de renda.

O sistema abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além do Distrito Federal e do município de Goiânia. É a partir da agregação dos índices regionais referentes a uma mesma faixa de renda que se obtém o chamado índice nacional.

Os índices mensais resultam, regra geral,da comparação dos preços vigentes nos 30 (trinta) dias do período de referência com os 30 (trinta) do período base. A coleta integral de preços se dá a cada período de 30 (trinta) dias que é segmentado, sem interrupção, em 4 (quatro) subperíodos. Cada um deles contém cerca de 7 (sete) dias com datas definidas através do Calendário Anual de Coleta do SNIPC.

Em um subperíodo efetua-se a coleta de uma quarta parte fixa de estabelecimentos. Desta forma, é possível extrair do sistema índices com períodos base e de referência de 30 (trinta) dias ao final de cada conjunto de quatro subperíodos.

Os índices podem ser obtidos para diversas populações-objetivo desde que estejam disponíveis as respectivas estruturas de ponderações correspondentes a famílias de diferentes faixas de rendimento mensal.

Do ponto de vista temporal, além dos índices mensais, podem ser calculadas as variações de preços ocorridas em 2 (dois) meses ou mais, a partir das séries históricas produzidas.

Ressaltando que o sistema, na forma como é montado, possibilita várias alternativas de cálculo de índices, passamos a descrever, abaixo, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-Especial- IPCA-E.

- Descrição Atual

O IPCA-E é calculado de forma contínua e sistemática para as áreas abrangidas pelo sistema.

A população-objetivo do IPCA-E é referente a famílias com rendimentos mensais compreendidos entre 1 (hum) e 40 (quarenta) salários- mínimos e residentes nas áreas urbanas das regiões.

Para cada região são utilizadas as informações das seguintes pesquisas básicas:

PESQUISA DE ORÇAMENTOS FAMILIARES - POF - realizada no período compreendido entre 01 de outubro de 1995 a 30 de setembro de 1996. Forneceu as estruturas de ponderações das populações-objetivo.

PESQUISA DE LOCAIS DE COMPRA - PLC - realizada no período de maio a junho de 1988. Forneceu o cadastro de informantes da pesquisa.

PESQUISA DE ESPECIFICAÇÃO DE PRODUTOS E SERVIÇOS - PEPS - realizada na época de implantação de cada uma das regiões para todos os produtos e serviços constantes da estrutura de ponderações.Forneceu o cadastro de produtos e serviços pesquisado, que é atualizado sempre que necessário com o objetivo de acompanhar a dinâmica de mercado.

2. PRINCIPAIS VARIÁVEIS INVESTIGADAS E UNIDADES DE INVESTIGAÇÃO

Os preços obtidos são os efetivamente cobrados ao consumidor. A Pesquisa é realizada em estabelecimentos comerciais,prestadores de serviços, domicílios e concessionárias de serviços públicos.

3. ABRANGÊNCIA GEOGRÁFICA

Regiões Metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além do Distrito Federal e do município de Goiânia.

4. PERIODICIDADE

Trimestral

5. METODOLOGIA

O índice é calculado para cada região. A partir dos preços coletados mensalmente, obtém-se, na primeira etapa de síntese, as estimativas dos movimentos de preços referentes a cada produto pesquisado.

Tais estimativas são obtidas através do cálculo da média aritmética simples de preços dos locais da amostra do produto que, comparadas em dois meses consecutivos, resultam no relativo das médias.

Agregando-se os relativos dos produtos através da média geométrica é calculada a variação de preços de cada subitem, que se constitui na menor agregação do índice que possui ponderação explícita. A partir daí é aplicada a fórmula Laspeyres, obtendo-se todos os demais níveis de agregação da estrutura-item, subgrupo, grupo e, por fim, o índice geral da região.

Apenas para os produtos sazonais alimentícios: tubérculos, raízes e legumes; hortaliças e verduras; e frutas, é utilizada uma fórmula do tipo Paasche para agregar os subitens até ao nível de item. Daí em diante utiliza-se Laspeyres.

O IPCA-E é calculado a partir dos resultados dos índices regionais, utilizando-se a média aritmética ponderada. A variável de ponderação do IPCA-E é o "rendimento total urbano" (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - PNAD/96).

6. ÉPOCA DE COLETA

O período de coleta do IPCA-E estende-se, em geral, do dia 16 do mês anterior ao dia 15 do mês de referência.

7. TEMPO PREVISTO ENTRE COLETA E DIVULGAÇÃO

Até o penúltimo dia útil do trimestre.

8. INÍCIO DA PESQUISA

Dezembro de 1991.